quarta-feira, 17 de setembro de 2008

Só ela...

Me faz rodar um milhão e quinhentas mil livrarias atrás de um livro de auto-ajuda
Me faz entrar na Kopenhagen e não comprar chocolate pra mim, só pra ela
Me faz entrar na faculdade às 8h e sair às 9h15
Me faz ir pra Itu em plena quarta-feira e ainda chegar pro almoço
Me faz ter que voltar pra São Paulo na quinta pra não perder aulas (e daí voltar pra Itu na sexta de novo)
Me faz morrer (viver) de sorrir ao ver ela chegando pra me buscar na rodoviária
Me faz morrer (viver) de felicidade ao ver ela rasgando embrulhos feito uma criança doida
Me faz morrer (viver) de alegria quando me dá um abraço
Me faz ficar desolada só de pensar em não ter feito as coisas escritas aí em cima
Me faz rir, chorar, admirar e amar em intensidades apocalípticas

Eu te amo muito
Te amo mais que amo a mim mesma
Te amo um tanto que medida nenhuma conseguiria medir

Feliz aniversário, mãe.

5 comentários:

Tiago Faller disse...

=) Imagino quão feliz ela deve ter ficado.

Nath... disse...

Minha mãe queria uma filha assim... snif snif

Gabi disse...

se falar que quase chorei vai ficar muito...hum, emo
então
achei lindo o post
*enxuga lágrimas

Lidia Zuin disse...

ai que lindo o que vc escreveu! hauahua eu nao tenho um relacionamento muito bom com a minha mãe... antigamente ela brigava comigo qnd eu comprava presente pra ela pq, afinal, era ela quem iria pagar... ai ela ficava puta, pq ela é meio nóia com dinheiro... enfim...

hahaha dps q eu fiz e postei aquela poesia eu lembrei de vc e do seu blog :))

naomais disse...

ai que lindinha!!!