quinta-feira, 28 de agosto de 2008

Açúcar

Esquinas, docinhos
flores e nuvenzinhas de algodão
Nada aqui é preto e branco
Todo o sorriso cabe dentro de mim
E se mostra, e explode, brilhando
quando me lembro do teu nome.
Eu sou toda feita de cores
e cada uma leva um sonho
Sonhos de sair daqui, sonhos de chegar lá
ou sonhos de ver você me olhar
Eu gosto de você
E gosto de pensar na sua risada
(vermelha, azul e branca)
enquanto ando pela avenida frenética.
Todos estão percebendo (tá bem fácil de ver)
Que há algum tempo, bonito,
Meu coração anda tocando música...


4 comentários:

Gabi disse...

nada como doces, mesmo amargos, doces são doces...enfim
você entendeu

e nao sei porque somos tao burras, mas sei que somos...e eu quero um daqueles ali por favor

naomais disse...

que fofo.


doce!
doce!
doce!

ou como aquela musiquinha da maria antonieta: "I love candy!"

Anônimo disse...

oi fernanda aqui é a rezix =D

entao, adorei o post *_*
lindo lindo
bgos melados

débora disse...

eu quero aquele de estrelinhas pra tirar o amargo da minha boca, como a gabi falou.