sexta-feira, 1 de agosto de 2008

Ele, um ator sem vaidade


Ontem fui assistir Batman - O Cavaleiro das Trevas. Fora a confusão que deu (meu amigos atrasados - que me esperaram para entrar - achando que eu não tinha entrado - coisa que eu, também atrasada, ja tinha feito), foi bem proveitoso. Apesar de não ser muito fã de filmes que dão... susto (e esperando que esse não desse), eu precisava conferir se aquilo fazia tanto barulho quando estavam anunciando por aí.

Gostei muito das atuações... a do Christian Bale, como o Batman (as vozes que ele dá ao homem e ao herói são tão diferentes que marinheiros de primeira viagem demoram um pouco para perceber que se trata da mesma pessoa), do Morgan Freeman, do Gary Oldman, da Maggie Gyllenhaal (essa deve agradecer ao papai do céu todas as noites por seu talento e pelo irmãozinho básico que tem)... É claro, é um filme hollywoodiano, mas vale a pena assistir pela super hiper mega ultra power produção, e por um algo a mais, que supera tudo o que eu acabei de falar...

... E é a esse "algo a mais" que eu dedico este post. Há bastante tempo atrás eu assisti o filme 10 Coisas Que Eu Odeio Em Você e o coloquei na minha lista de favoritos. A minha cena predileta era quando o personagem principal, com seus cabelos compridinhos e desgrenhados, corria pela arquibancada do campo de futebol de sua high school cantando para a protagonista "I love you baaaaaby, and if it's quite all right, I need you baaaby..."... Era o Heath, o Heath Ledger, aquele ator que eu achava que só faria filmes adolescentes mas que mesmo assim também tinha sido incluído na lista de preferidos. A partir daí, eu acompanhava o que ele e a Julia Stiles (a 'mocinha' de 10 Coisas...) faziam de longe, via alguns filmes deles de vez em quando... Vi quando ele fez o caubói gay em O Segredo de Brokeback Mountain (com o Jake Gyllenhaal, o já citado irmão da Maggie, inclusive...)

Em janeiro, eu estava lendo alguns blogs aleatórios quando eu li um post lamentando a perda daquele jovem e talentoso ator. Como assim? Eu fiquei sem entender um tempão aquilo que eu estava lendo e fui direto pro Google procurar alguma coisa. Poxa vida, o Heath Ledger, reamente, tinha morrido. Com 28 anos de idade e tudo aquilo que ele tinha pra oferecer. Eu fiquei muito triste, muito mesmo. Pra quem ainda não sabe (eu já devo ter deixado isso claro aqui no blog, ou não, não sei), eu sou muito ligada em interpretação e afins. Como fazer teatro é aquilo que eu quero pro resto da vida - e por isso eu me interesso tanto por aqueles que o fazem - eu senti de verdade por todo aquele potencial ter sido desperdiçado. Fiquei com pena, por imaginar tudo o que ele estava vivendo, as confusões, as ilusões e os enganos que um homem-ator (que, muitas vezes, tem nada e tem tudo ao mesmo tempo) possui dentro de si. Disseram que a causa da morte de Heath foi uma "overdose acidental de medicamentos". Não sei, mas sei o que precocemente perdemos, mesmo sabendo que todos tem o seu momento certo de chegar e de ir embora e etc.

Em Batman, Heath está sensacional. Sem brincadeira, eu ficava vidrada nele, em todas as suas aparições. Não senti medo/ódio/raiva do Coringa, como a maioria disse sentir. Me apaixonei por aquela obra que esse ator construiu. O máximo que fiz, além de admirar aquele cara durante todo o filme, foi rir das piadinhas ácidas e da loucura do Coringa.

Lamento muito que o Heath não tenha podido presenciar o furacão de elogios que está sendo dado a ele, mas fico feliz por ele ter existido e por ter deixado escancarada o que é (e sempre vai ser) a arte.

2 comentários:

Sté disse...

Quando soube que ele morreu, pensei que fosse só mais um jovem ator que não agüentou as pressões. Depois é que fui ver quem ele era e tal, aí bateu uma tristezinha. Tristeza maior ainda por ele não ter visto a repercussão que o seu último papel está dando.

beeeijo!

Lidia Zuin disse...

Meu, a tia que fez a Rachel realmente só fez pq ela tem contatos, pq ela é mto feia e eu não achei ela graaandes atriz... Fiquei com uma puta raivinha dela... Disseram que ía ser a Kate Holmes que ía fazer o papel, mas o Tom Cruise n quis HIUASHIAUSHA.
Eu de cara saquei quem era o Batman e até que o Harvey Dent era o Duas Caras... Disseram que não é essa a história do vilão, mas eu achei perfeita, muito bem encaixada com o filme.
O Heath é maravilhoso. Eu nunca tinha visto um filme dele, eu acho, mas quando ele morreu, eu nem liguei pq eu achava que ele nao ía conseguir ser melhor que o Jack Nicholson, no papel de Joker. Mas, pelo contrário, ele se tornou um Coringa mais macabro, sexy e cheio de estilo próprio, porém, eu acho que o visual dele ficou meio afastado do Joker do desenho/HQ, mas isso é opinião só XD Nada supera aquelas lambidinhas na boca, como ele conseguiu sentar exatamente igual ao Joker... PERFEITO!
Queria que ao menos tivesse a Harley Quinn, elanunca apareceu em nenhum filme ¬¬ Odeio isso.

Ah, qnt o seu pensionato, ele é mais caro que o que eu to? E a internet lá funciona como?
Até depois de amanhã! (EU NÃO QUEEEEEROOOOOO~~~~~)